A instrução estratégica do SRSD na escrita do ensaio de opinião

Sara Ferreira, Maria Isabel Festas, Maria Helena Damião, Maria Prata

Resumo


Apresenta-se um estudo quase-experimental, onde foram adaptadas as estratégias do Self-Regulated Strategy Development (SRSD), relacionadas com a planificação, a escrita e a revisão do ensaio de opinião e do texto expositivo, bem como estratégias de autorregulação da aprendizagem. Desenvolveram-se dois programas de intervenção, integrados nas aulas de Português, com o objetivo de averiguar a eficácia do ensino destas estratégias nas tipologias textuais supramencionadas e verificar se a aprendizagem de uma determinada tipologia é transferível para outra. A amostra (185 alunos do 8.º ano) foi dividida em dois grupos experimentais: A (n= 122), que trabalhou o texto expositivo, e B (n= 63), que trabalhou o de opinião. De acordo com a metodologia desta investigação, os alunos tiveram três momentos de avaliação (pré-teste, pós-teste e follow-up), onde cada um escreveu um texto de cada tipologia. Os textos foram todos codificados e transcritos (com correção de erros ortográficos) para um ficheiro Word, onde, além do tema, se contaram as palavras e se fez uma avaliação da estrutura, de forma a chegar a uma classificação global. Os resultados de que dispomos indicam que, relativamente ao texto de opinião, nos pós-testes e follow-up o grupo B (que trabalhou esta tipologia) teve um desempenho bastante superior ao grupo A (que trabalhou o texto expositivo), indicando que o programa teve sucesso, pelo menos no que respeita ao treino com o texto de opinião. Do mesmo modo, a ausência de melhoria do grupo A revela que não houve transferência da aprendizagem de uma tipologia para outra.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Licença Creative Commons
A Revista Investigar em Educação da SPCE está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2183-1793