O Percurso Curricular Alternativo, um espaço de vivência social e cultural

Gorete Pereira

Resumo


Este estudo pretendeu descrever, compreender e interpretar as vivências e cultura emergente de uma turma de 5.º Ano de Escolaridade de Percurso Curricular Alternativo (PCA) em que se procurou esclarecer, à luz do conceito de Inovação de que forma o PCA se constitui um desafio à Inovação Pedagógica.
A presente investigação insere-se numa abordagem metodológica de natureza qualitativa, de cariz etnográfico. Foram utilizadas para a recolha de dados: a observação participante e a entrevista, que constituíram os principais recursos da investigação empírica.
As conclusões apontam para o reconhecimento do PCA como uma medida positiva para o aluno na construção do seu projeto de vida pessoal, valorização, integração social e profissional. A utilização da tecnologia permitiu instituir novos contextos de aprendizagem ao nível micro, da sala de aula e romper com princípios e crenças da escola tradicional, prefigurando um desafio à Inovação Pedagógica, ou seja, à mudança e transformação da escola.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Licença Creative Commons
A Revista Investigar em Educação da SPCE está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2183-1793